Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Trinta por uma linha

Trinta por uma linha

José, por Miguel Araújo

19.01.17 | António Mota

 

 

2016-02-19-Miguel-Araujo-1.jpg

 

 

Um menino de quatro anos que decide descobrir o mundo sem sair do quintal de sua casa. As batalhas que trava e os mistérios que desvenda. Os medos e as vitórias. O brinquedo que o salva e o lacrau que o ataca. E quando tudo parece perdido, o aconchego da voz da sua mãe.

 

Há compositores assim, com uma capacidade extraordinária para nos levar para dentro da sua arte, de nos fazer sonhar com ela. Ouçam a música, sintam a letra e vejam como tudo, com a maior simplicidade do mundo, transpira significado e coerência. Tal como acontece quando nos damos ao luxo de ser crianças, tudo se encaixa, tudo faz sentido.